Meu filho não fica com ninguém

Escrito em 07/12/2021
Daniella Faria


Oi amores, tudo bem?

Esse é um comportamento natural e esperado e costuma acontecer até seus 2 anos de idade com maior intensidade. Conforme a criança cresce, sua rede de confiança também se expande.

 Podemos colaborar para esse processo quando tomamos algumas atitudes.

Sempre se despedir da criança, é importante não sairmos escondido, porque a sensação de insegurança e estado de alerta para a nossa presença podem se instalar.   Podemos verificar uma ansiedade crescente nestas situações, mesmo crianças maiores. Mesmo que a criança chore, se despeça e diga que voltará em breve e que neste tempo ela estará com essa pessoa de confiança fazendo determinadas atividades.

 Brincadeiras como a bola indo e voltando para a parede, ou mesmo um esconde e achou podem ajudar a criança na compreensão e aprendizado de que os pais vão, mas sempre voltam.

Neste processo, de ganho de confiança com a vovó ou babá é importante vivermos um processo gradativo de adaptação. A presença deste adulto pode ser iniciada mesmo com a nossa presença ainda bem intensa. Neste processo, aceitarmos ajuda como mães e pais é muito importante para que, no mesmo ambiente, a criança perceba essa rede de apoio e cuidado. A confiança segue sendo construída com mais tranquilidade na certeza de que há cuidado, amor, confiança e segurança. Vamos?

Com amor, Dani

Deseja marcar uma consulta particular, acesse aqui.

Participe do curso Educação Infantil Online, acesse aqui.