Existe hora certa para dar bronca?

Escrito em 10/09/2021
Daniella Faria


Oi amores, tudo bem?

Existem momentos que precisamos ser firmes com os nossos filhos. E tudo bem, são situações necessárias. O ponto é de que lugar isso acontece dentro de nós. A firmeza necessária não costuma vir com descarga de raiva quando o propósito é educativo frente a uma situação que se apresenta. Por outro lado, vou chamar de bronca aquele momento em que usamos de mais intensidade, mas junto descarregamos nossa frustração e raiva. Isso acontece através dos gritos, ameaças, castigos, palavras ríspidas e toda a forma de descontrole da nossa parte. Estas atitudes falam mais sobre o que está se passando dentro de nós do que do que se passa com as crianças ou sobre o objetivo de corrigi-las.

A percepção deste processo dentro de nós é muito importante exatamente para que saiamos desta armadilha de colocarmos nossa relação com os filhos e educação embaixo de nossas expectativas e vontades, ao invés de bons valores e princípios. Quando estamos embaixo de bons valores e princípios nós também estamos submetidos a eles tanto quanto as crianças estão ou serão convidadas a estar.

Somos falhos, e estes momentos de descarga e frustração existem, acontecem e quanto mais colocarmos a lupa em nosso coração mais seremos capazes de reconhecê-los para transformá-los. Na frustração podemos reconhecer nossa centralidade e expectativas de que o outro já soubesse, já fosse quem eu gostaria, quando ainda está aprendendo. Podemos reconhecer nossas necessidades e comunicá-las de um jeito melhor, com toda a seriedade necessária, firmeza, bons princípios e sem descarga. Esse é um treino diário que vivemos todos nós.

Quando a descarga acontece podemos reconciliar pedindo perdão pelo como, pela forma que falamos ou agimos, podemos sempre reafirmar de uma forma melhor as necessidades daquele momento ou situação e convidar a criança a cuidar da sua parte. Nesse processo veremos surgir perdão, proximidade, escuta, autorresponsabilidade de todos, colaboração, respeito e consideração entre nós.

Não está pronto e todos os dias cuidaremos da nossa parte e chamaremos o outro a cuidar da parte dele. No caminho aprenderemos juntos a cada oportunidade e aprenderemos que não estamos sós pelo caminho. Vamos?

Com amor, Dani

Deseja marcar uma consulta particular, acesse aqui.

Participe do curso Educação Infantil Online, acesse aqui.