Ter razão ou ter paz?

Escrito em 01/07/2021
Daniella Faria


Oi amores, tudo bem?

Hoje eu tenho um convite para mim e para você, vamos?

Lupa no coração para vivermos esse ia de hoje e toda a oportunidade que temos de aprendermos a conviver. Muitas vezes em nossas relações, principalmente com as pessoas mais próximas, acabamos na armadilha de queremos que o outro seja do nosso jeito, faça e perceba a realidade como percebemos.

Nossas diferenças de funcionamento nos convidam a uma linda oportunidade, mas normalmente acabamos caindo nos mesmos lugares: Não escutamos o outro porque estamos sempre já pensando no que vamos responder. Nosso propósito costuma ir na direção de queremos que o outro nos compreenda, mas seguimos pouco disponíveis para compreendermos o outro. Queremos impor a nossa forma e a consequência de todas essas posturas é a distância, a disputa, o desrespeito e a desconsideração.

Vamos cuidar hoje, só por hoje de ajustarmos o proposito? Escuto para compreender e amar o próximo ao invés de seguir querendo ser amado e compreendido. Parece difícil porque estamos sempre nos colocando no centro, mas vamos tentar? 

Quanto mais nos abrirmos para compreender e amar o próximo, mais considerado o outro estará em sua necessidade e mais aberto estará para ouvir e considerar também as nossas necessidades.

Nesse processo, veremos a paz existir ao invés da disputa pela razão, veremos surgir o espaço de consideração onde no bom propósito acabamos encontrando esse lugar que considera a ambos. Vamos? Só podemos cuidar da nossa parte! Eu topo e você?

Com amor, Dani

Deseja marcar uma consulta particular, acesse aqui.

Participe do curso Educação Infantil Online, acesse aqui.