Você também tem este pensamento?

Escrito em 29/06/2021
Daniella Faria


Oi gente, tudo bem?

Vejo nesse pensamento uma das grandes armadilhas do nosso processo de educação. Quando a caminhada com nossos filhos tem o propósito de dizer sobre nós como pais, podemos cair em algumas armadilhas.

Acabamos agarrados ao futuro, abandonamos o presente e a oportunidade de aprendizado. Estamos sempre projetando o futuro e tentando garantir que tudo vai dar certo pelo nosso controle. Ao mesmo tempo, o medo da culpa do futuro traz para o presente toda a exigência de já saber o que ainda estamos todos, pais e filhos, aprendendo. Nesse garantir, tiramos as crianças do aprendizado tanto dos acertos quanto dos erros e normalmente, cuidamos de tudo por elas.

Nesse processo de garantia, tentamos garantir que nossos filhos não doam e normalmente, temos esse movimento porque vê-los doer nos causa imensa dor. Enquanto a vida deles disser sobre nós, nos manteremos no centro e não caminharemos com nossos filhos.

Ao sermos família, ao sermos pais, somos convidados a uma das experiências mais incríveis de amor, fé e de vulnerabilidade.

Uma experiência e tanto. A vontade é garantir, controlar, mas nesse lugar só encontraremos em nós o orgulho e a culpa. Nesse lugar estamos sós e nossos filhos também.

A vida em família é Graça de Deus, é uma longa jornada de perseverança e esperança, repleta do “um dia de cada vez”, sempre nos trazendo o convite para o encontro, para nos afiarmos e para entregarmos o melhor possível.

Nesse caminho, viveremos inúmeros acertos, erros, perdão, aprendizado e todos esses momentos nos trazem uma preciosa informação, somos todos falhos, somos muito amados e estamos todos aprendendo.  Somos família! Neste caminhar vemos surgir compaixão, acolhimento, humildade, coragem, fé, união e muito amor.  Nossos filhos? Estão nesta mesma jornada conosco.

Com amor, Dani

Deseja marcar uma consulta particular, acesse aqui.

Participe do curso Educação Infantil Online, acesse aqui.